UMA AUSÊNCIA E UMA BUSCA: ESCOLHENDO A DIREÇÂO CERTA...

Faz 25 dias que não escrevo nada no blog. O que não significa que minha cabeça não tenha fervilhado de idéias e assuntos, fatos para contar tenho inúmeros. Então o que me faria ausentar-me daqui? ou será que faz alguma diferença se eu escrever ou deixar de fazê-lo?

Não estou vivendo nenhuma crise de identidade e nem tampouco carente de atenção e afeto. Aliás, desde que conheci a Cristo mediante a revelação da Palavra de Deus aprendi muitas coisas sobre o que é ser amado por Deus e ser amado pelo mundo, percebi claramente o que representava ser odiado por Deus devido ao pecado que causava separação entre mim e Ele; também entendi o quanto o mundo (o sistema e quem partilha deste sistema) pode odiar alguém por desejar seguir uma vida justa e reta, na qual a verdade, justiça e vida submissa à vontade do Mestre.

Em poucas frases disse de modo incompleto muita coisa sobre amor e ódio. Quando se atinge um mínimo de maturidade e se percebe que a nós que somos chamados por Cristo nos foi dado não somente a oportunidade de Nele crermos mas de também por ele padecermos ( Fl 1:21-30), é algo que pode ser uma experiência muito negativa, pois depois de recebermos todo o cuidado de Deus e sermos libertos de muitas situações ruins e males, passamos a perceber que mesmo abençoados por Deus, Ele NUNCA prometeu uma caminhada tranquila o tempo todo, onde a tempestade não tenha ventos fortes, as ofensas não nos atinjam de modo algum e que as pedras que contra nós lançassem fossem de isopôr.

Entretanto Padecer e sofrer por Cristo proporciona experiências positivas na medida em que a fé é aperfeiçoada em cada momento crítico e de tribulação.

Enfim, nestes últimos 30 dias tenho pensado e meditado acerca de que rumo minha vida tomou e ainda mais, que rumo devo seguir, qual ação devo tomar a seguir, de modo geral e em específico à postura que assumi de lutar pela pregação do Evangelho livre de contaminações, um Evangelho que seja genuinamente de Boas Novas de Salvação e Vida Eterna e não um evangelho de $alvação da conta bancária, da compra de carro, de sítios, de mansões., de construçõa de catedrais... Poderia um leigo pensar que esta ganância não encontraria lugar nas igrejas, mas infelizmente encontrou e aqueles que defendem esta hipocrisia ocupam cargos de pastoreio e liderança. Conduzem os rebanhos a beber água suja e comer mato seco, e muitas vezes espinheiro, ao invés de pastos verdejantes e águas limpas.

Como disse um pouco antes, ler isto na Bíblia é uma segurança para todo cristão que padece de necessidades neste mundo e sofre perseguições fora  e dentro da igreja ( por mais absurdo que seja) e que é rejeitado pelos amigos de outrora e não poucas vezes pagaram com as próprias vidas o preço de não se conformarem com este mundo e terem suas mentes renovadas com a mentalidade de Cristo (Rm 12:1).

Pessoas que eu tenho por infinitamente melhores que eu passaram por tais coisas e venceram a todas elas. Apesar de que a vitória obtida por este só será plenamente recompensa da na Eternidade com seu Senhor e Salvador. Ainda que aos olhos do mundo tenham perdido seus bens materiais, suas famílias, amigos e por fim a própria vida, mas na verdade estes eram pessoas das quais o mundo não era digno e por isso o próprio Deus permitiu que suas vidas fossem ceifadas como um testemunho a toda a humanidade para que saibamos todos que nada nesta vida pode se comparar às riquezas de Cristo e que o Reino de Deus.

Creio que comecei a entender o que é padecer com Cristo e por Cristo, e não é fácil e nem agradável durante tais periodos que para muitos é o da duração da própria vida, e se alguém sorri e regozija em meio à provação é por saber que o tempo de angústia não se compara com a glória que há de ser revelada em nós.

Certo de que minha esperança em Deus não será frustrada decidi permanecer nas firmes  promessas de Deus e me afastar do caminho dos ímpios sempre que perceber a aparência do mal ( se alguém acha que fugir da aparência do mal é ficar longe de todas as pessoas que pequem ou transgridam o mandamento divino, então  saiba que não há lugar nesta terra onde se possa esconder, mas antes como Luz e Sal na terra somos chamados e testemunhar dAquele em quem temos crido e da Palavra que temos seguido em meio a uma geração que é má e perversa).

Quer uma direção?  Siga o mestre
Decidi assumir para comigo mesmo e para com Deus  reafirmando minha incapacidade de prosseguir neste mundo tenebroso com minhas forças e capacidade próprias e deixar que a excelência do tesouro que é depositado em nós, vasos de barro frágeis e carentes de que sejamos moídos e refeitos pelo Oleiro, seja aquilo que as pessoas de fato recebam, um evangelho de sabedoria e poder e não de persuassão de argumentos humanos.

Não me sinto em nada melhor do que ninguém, ainda que algumas pessoas movidas por boas intenções de me incentivarem a lutar e perseverar, me compararem a pessoas que nem sequer mencionarei, pois a soberba e a altivez são o princípio da queda e disso até o adversário já provou e caiu vergonhosamente, e segue sua queda rumo a destruição eterna.

Para quem já é leitor deste blog a algum tempo, ou que já tenha lido o jornal impresso "Castelo Forte" e que me conheça de perto, tem acompanhado a minha luta dentro de uma igreja evangélica cuja alta cúpula demonstra sinais claros de corrupção da pregação do Evangelho em prol de obtenção de votos. 

Tem visto que só após serem multados pela Justiça Eleitoral e proibidos de transformarem o púlpito em palanque é que pararam de mercadejar votos mediante propaganda Eleitoral Gratuita em horário nobre da Igreja ( entenda-se os cultos de Santa Ceia, onde o povo é induzido a fazer do corpo e sangue de Cristo uma sessão de descarrego dos pecados e culpas, pois o que se percebe é que temos cultos com igreja lotada nos domingos de Santa Ceia e que vão caindo domingo após domingo.). 

Nenhum arrependimento genuíno pelo erro da parte dos pastores se percebe, no máximo vão cumprir as leis humanas a contra-gosto e sob vigilância da justiça, pois o temor Àquele que nunca dorme e zela pelo cumprimento de Sua Palavra, este temor e respeito já demonstraram que perderam.

Fiquei durante 3 anos pelo menos alertando dos crimes e heresias que cometeriam se insistissem em misturar a Palavra de Deus com desejos pessoais e projetos políticos inpensados. Por fim violentaram a teologia e jogaram a exegese, hermenêutica e tudo o mais no esgoto em um seminário de crescimento espiritual e avivamento e eu ao perguntar alguns pastores teológos ou como eu digo teogogós (pois dizem muito bonito e negam a Palavra em seus discursos) ou teogagás (pois caducaram na fé e agora seguem a visões humanas) se o que foi pregado era ou não heresia, fui "presenteado" com respostas do tipo:

"ele (o pastor ) exagerou um pouco" 

"ele (o pastor) devia ter explicado melhor o que queria dizer" 

" quando fui ordenado pastor sabia que era assim, logo não posso questionar"

"a igreja já era assim antes de eu fazer parte dela, não vou ir contra".

Ressalto que nenhum destes 4 pastores assumiu explicitamente o erro de um companheiro, não sei se defino isto como corporativismo onde um profissional não condena, nem acusa um erro de seu par, afinal, quando ele errar também vai querer que alguém jogue a sujeira para debaixo do tapete.  São todos cúmplices dos erros uns dos outros ...

Sabe-se lá eu ainda tenha esperança de que alguma virtude possa brotar destas nuvens secas impelidas pelo vento? talvez eu seja novo na fé? (argumento comum no meio gospel para fazer um cristão zeloso pela Palavra de Deus se submeter a tradição da igreja e relegar o evangelho a algo secundário, afinal, eles (pastores) são experientes e a igreja não funciona como se esperaria que ela funcionasse, regida e conduzida pelos princípios e verdades da Palavra de Deus.

Passei muitas horas em gabinetes pastorais tentando mediante a exposição das Escrituras mostrar as falhas de condutas e heresias. Com a cabeça acenavam ora entender, ora tolerar, mas no íntimo sabem bem de onde vem as prebendas (salários eclesiásticos) e o patrão (entenda-se o pastor líder da igreja) não quer comprometer o bom andamento das arrecadações de dízimos, ofertas, votos, compromissos, etc... Afinal pregar um evangelho puro e simples sem que se escore em poder político temporal e poderio economico não é muito estimulante para eles e nem rentável.

Eu segui Mateus 18 no que se refere a como repreender a um irmão culpado em alguma falha com paciência e esperançoso, mas fui frustrado nisto.

Não aceitaram admoestação em particular.
Não aceitaram admoestação mediante testemunhas.
Não aceitaram genuinamente suas falhas mediante exposição pública em assembléia de membros.

Antes tentarem desvirtuar todas as minhas tentativas de expor os fatos à luz das Escrituras, admitiram que erraram, mas apenas para abafar escândalo maior, é como se admitissem que no "óleo caiu um mosquito, mas engoliram o camelo inteiro" com um sorriso amarelo no rosto, vou detalhar em breve tais fatos, afinal já se tornou manifesto a impiedade de todos eles, de como à semelhança de uma "gangue" trataram a questão.

E pensar que até ameaçado a socos pelo vice-presidente da igreja local eu fui quando tentei evitar todo este escândalo. e confrontar em particular as mentiras proclamadas, aí ele disse a célebre e infame frase:

"Sou homem de Deus, mas te dou uma porrada"

E pensar que até o pastor presidente da igreja local que deveria disciplinar o infrator me mandou "deixar prá lá" e que não iria fazer nada, durante a conversa disse que não servimos ao mesmo Deus. Mas pelo menos cumpriu a palavra, nada fez contra este. Endossou o erro e calou. E quando o questionei em público ele teve a coragem de dizer perante centenas de irmãos lá presentes:

"Não tenho parte com ele (neste caso eu que vos escrevo)".

Depois disto, o número de pessoas que manifestaram a mim o desejo de deixar a igreja, e os vários relatos que tem chegado até mim de pessoas que só não saíram da igreja oficialmente, mas cujos corações já se distanciaram e que frequentam paralelamente outras igrejas tem se multiplicado.

Nesta longa ausência empreendi o inicio de uma busca, que é escolher a direção correta. ou poderia eu dizer que é a de permanecer buscando tudo aquilo que é bom, que é justo e digno de honra. E principalmente por perceber que minhas ações tem despertado a alguns para buscarem a Deus com maior intensidade. Despertado outros a tirarem os olhos de homens e da religião e se dedicarem a examinar as Escrituras e confrontar o que é dito nos cultos com o que esta escrito na Bíblia.

Tenho de zelar pela minha vida, pela de minha família e pela de meus irmãos que sofrem tanto ou mais do que eu. Pois se eu que já conhecia a perversidade e mau testemunho deles me entristeço até aqui neste relato, imaginem os pequeninos que os consideravam ou ainda os consideram homens de Deus e que se encontram perdidos e confusos sobre dar ouvidos ou rejeitar o que eles dizem.

Não  quero que minha vida e minha pregação sejam tomadas por denuncias a estes hereges tão somente, mas quero que o frescor da Palavra de Deus possa por este blog também  abençoar a outros irmãos. Uma das decisões que tomei é a de me empenhar em escrever diariamente um devocional sobre textos bíblicos do plano de leitura que vou iniciar ainda esta semana, se Deus me permitir fazê-lo.

Pretendo expandir para o orkut também e alçar a voz e alertar acerca dos perigos do pecado e da obstinação pelo por aquilo que é errado, do adversário que se utiliza das brechas para derrubar a muitos e quem sabe alguns se arrependam e retornem à sã doutrina

Para os adversários (não que eu os considere assim, pois tenho apenas uma classe de inimigos, Satánas e suas potestades malignas), já que me tratam como tal e sei que acompanham o que escrevo aqui. E torcem muito para que eu faça como a maioria que já se opôs aos erros deles  e que depois de serem maltratados e desprezados acabam por sair da igreja deixando-os impunes por um pouco mais de tempo. A estes digo que ficarei na igreja e que vou buscar água na fonte que é Deus e que serei edificado pela fé de outros irmãos que a cada dia são mais numerosos e não se conformam com a sujeira que lhes é oferecida ou imposta.

Para vós falsos lideres e falsos profetas só resta o arrependimento de vossas obras mortas ou então se prepararem para receberem a recompensa vinda do alto e em tempo oportuno para a vossa maldade.

Aos irmãos, santificados e justificados em Cristo exorto a permanecerem na Graça e nela frutificarem nesta vida. Vossos frutos de justiça não serão esquecidos.




segunda-feira, 9 de agosto de 2010 às 13:02

7 Comments to "UMA AUSÊNCIA E UMA BUSCA: ESCOLHENDO A DIREÇÂO CERTA..."

Amado Nicodemos,

"O Senhor disse: Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente aprendeu, continuarei a fazer obra maravilhosa no meio deste povo; sim, obra maravilhosa e um portento; de maneira que a sabedoria dos seus sábios perecerá, e a prudência dos seus prudentes se esconderá" (Is 29.13). E também: "A mim me pertence a vingança, a retribuição, a seu tempo, quando resvalar o seu pé; porque o dia da sua calamidade está próximo, e o seu destino se apressa em chegar" (Dt 32.35 e Rm 12.19). Isto significa que tais pessoas continuarão a crescer (na aparência), até que o Senhor as leve a cair.

Você tem sido levado, pelo Espírito Santo, a ter o verdadeiro discernimento da Palavra do Senhor. Tem visto os erros cometidos por essas pessoas na condução dos rebanhos de Deus e tomou as atitudes corretas, até agora, ao exortá-las da forma que você descreveu. Porém, como tais atitudes não surtiram resultado, o Senhor diz que essas pessoas deveriam ser afastadas da Igreja. Mas isto é impossível, neste caso, pois essas pessoas são a "igreja". Então, se você quer continuar cumprindo a vontade do Senhor, deve seguir Suas outras instruções dadas pelo Espírito de Cristo a nós, através dos apóstolos: "quanto a outros [falsos mestres], sede também compassivos em temor, detestando até a roupa contaminada pela carne" (Jd 23); "Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles" (Rm 16.17); e também: "Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, DIZENDO-SE IRMÃO, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; COM ESSE TAL, NEM AINDA COMAIS" (1Co 5.11).

É evidente, meu amado, que esta é, apenas, a minha opinião. Você deve seguir o que o Espírito de Deus continua a dizer para você. Mas creio ser prudente, meditar, em oração, nas passagens mencionadas e ainda outras que o Senhor irá mostrar a você.

E que a Paz do Senhor Jesus continue com você!

Sem dúvida alguma a direção certa é Seguir a Jesus.
Ele é o caminho, a vida e a verdade.
Infelizmente as perseguições vão vir.. mas se estivermos firmes na rocha, na Palavra do Senhor nada nos atingirá.
Segui firme no Senhor e TUDO dará certo.
Parabéns pelo blog.

Nico, meu irmão,
Como já fiz n'outra ocasião, quero levar-lhe meu alento, a minha esperançosa solidariedade revestida de um amor fraternal muito grande pelo amigo, cuja alma justa encontra-se atormentada.
Minhas palavras de alento, desta vez, estão amparadas em assertivas de Pedro, referindo-se à política reles e mesquinha de interesses pessoais, praticada por cristãos que desprezavam o senhorio de Cristo, demonstrando que a sua profissão de fé era falsa.
Ante a constatação da herética politicagem praticada por falsos mestres, o apóstolo Pedro assim profetizou em sua segunda epístola:
=> Esses brutos irracionais (estúpidos), naturalmente feitos para presa e destruição falando mal daquilo em que são ignorantes na sua destruição também hão de ser destruídos (2:12);
=> Esses tais são como fonte sem água, como névoas impelidas por temporal. Para eles está reservada a negridão das trevas (2:17);
=> Prometem liberdade ao povo, quando eles mesmos são escravos da corrupção, pois como vencidos, tornam-se escravos de quem os venceu (2:19);
=> Depois de terem conhecido o caminho da justiça, volveram para trás, apartando-se do santo mandamento (2:21);
=> Com eles aconteceu o que diz certo adágio verdadeiro: O CÃO VOLTOU AO SEU PRÓPRIO VÔMITO; E: A PORCA LAVADA VOLTOU A REVOLVER-SE NO LAMAÇAL (2:22);
=> Deus, atento a tudo isso LIVROU O JUSTO LÓ, afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados (porque este justo, pelo que via e ouvia quando habitava entre eles, atormentava a sua alma justa, cada dia, por causa das obras iníquas daqueles); é porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia de Juízo. (2:7-9).

Deus é contigo.
Seu conservo em Cristo
Alberto Couto Filho

Ps: V.Email

A paz do Senhor Jesus,parabéns pelo blog,muito boas postagens,gostaria de fazer um convite a você, visite meu blog,nele você encontrará vários artigos sobre apologética cristã,pregações e vídeos musicais,esse blog é uma voz em meio a tanta deturpação no "evangelicalismo brasileiro".Deus seja contigo.
www.solascriptura-scriptura.blogspot.com

Caro irmão, gostaria de te deixar 2 versículos:

Tiago 3:18 "Ora, é em paz que se semeia o fruto da justiça, para os que promovem a paz".

Tiago 1:20 "Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus".

Além disso, quero dizer que você está certo e errado.

Certo na indignação, no testemunho, na sinceridade, no zelo pela verdade e a sã doutrina.

E errado, porque o que conhecemos como igreja evangélica hoje, não significa aquela que carrega a qualidade do evangelho, mas tão somente uma sigla que foi furtada pelo Edir Macedo e companhia há décadas atrás e que hoje é o terreiro de macumba mais frequentado do Brasil.

Se for possível leia minha interpretação deste texto:

http://sustodeamor.blogspot.com/2010/04/o-poder-das-chaves.html

Graça, Amor, Bem, Paz e Misericórida, Nele em quem vivemos.

Meu amigo Nicodemos,que a paz de Cristo Jesus continue a reinar sempre em seu coração.Gostei muito do seu comentário em meu blog,e já estou seguindo o seu,inclusive vou colocá-lo no link dos blogs que sigo.Estou certo que o irmão também faz parte de uma geração de inconformados que Deus está levantando,para que possamos juntos mostrar as verdades do evangelho de Cristo e consequentemente destruir as amarras de uma religiosidade herdada pelo sistema judaíco e também católico apostólico romano, não somente para os que se encontram fora das igrejas,mas principalmente para os que estão dentro.Precisamos combater a maldita teologia da prosperidade,porque acredito que é através dela que o espírito do anti-cristo tem se apossado da mente de muitos de nossos pastores,porque sabemos que Jesus Cristo nos disse que no mundo teríamos muitas aflições,e também sabemos que quem ofereceu o mundo e tudo que nele continha se prostado aos seus pés o adorasse foi satanás.Enfim,que Deus nosso Pai continue a nos abençoar com todas as bençãos espirituais nos lugares celestiais,um abraço do seu mais novo companheiro de "luta":blog do desviado.

A Paz do senhor!
Irmão Nicodemos quero expressar aqui minha alegria ao ver que Deus ,justiça e verdade tem se manifestado em sua vida,e,se é assim,significa dizer que tens muito valor...
A verdade é um presente que os que querem,nem sempre ganham, mas os justos do Senhor são agraciados com ela.
Deus mostra os erros para que não permaneçamos nele, e como está escrito que o justo viverá pela fé...creia que o irmão é vivificado pelo espírito Santo,e,ele está conduzindo mais uma ovelhinha pelos pastos verdejantes...
Deus o abençoe !
No amor que excede o entendimento,muita paz!!

Postar um comentário

Seja educado ao expôr suas idéias! Anonimato é sinal de medo e não é legal. És convidado a opinar e questionar. Base bíblica é sempre bem vinda, principalmente se desejar falar a respeito da bíblia.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É IMPORTANTE ESCLARECER QUE ESTE BLOG, EM PLENA VIGÊNCIA DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, EXERCITA-SE DAS PRERROGATIVAS CONSTANTES DOS INCISOS IV E IX, DO ARTIGO 5º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

RELEMBRANDO OS REFERIDOS TEXTOS CONSTITUCIONAIS, VERIFICA-SE:

“É LIVRE A MANIFESTAÇÃO DO PENSAMENTO, SENDO VEDADO O ANONIMATO" (INCISO IV) E "É LIVRE A EXPRESSÃO DA ATIVIDADE INTELECTUAL, ARTÍSTICA, CIENTÍFICA E DE COMUNICAÇÃO, INDEPENDENTEMENTE DE CENSURA OU LICENÇA" (INCISO IX).

ALÉM DISSO, CABE SALIENTAR QUE A PROTEÇÃO LEGAL DE NOSSO TRABALHO TAMBÉM SE CONSTATA NA ANÁLISE MAIS ACURADA DO INCISO VI, DO MESMO ARTIGO EM COMENTO, QUANDO SENTENCIA QUE "É INVIOLÁVEL A LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA E DE CRENÇA".

TENDO SIDO EXPLICITADA, FAZ-SE NECESSÁRIO, AINDA, ESCLARECER QUE AS MENÇÕES, AFERIÇÕES, OU ATÉ MESMO AS APARENTES CRÍTICAS QUE, PORVENTURA, SE FAÇAM A RESPEITO DE DOUTRINAS DAS MAIS DIVERSAS CRENÇAS, SITUAM-SE E ESTÃO ADSTRITAS TÃO SOMENTE AO CAMPO DA "ARGUMENTAÇÃO", OU SEJA, SÃO ABORDAGENS QUE SE LIMITAM PURAMENTE ÀS QUESTÕES TEOLÓGICAS E DOUTRINÁRIAS. ASSIM SENDO, NÃO HÁ QUE SE FALAR EM DIFAMAÇÃO, CRIME CONTRA A HONRA DE QUEM QUER QUE SEJA, RESSALTANDO-SE, INCLUSIVE, QUE TAIS DISCUSSÕES NÃO ESTÃO VOLTADAS PARA A PESSOA, MAS PARA IDÉIAS E DOUTRINAS.