GOSPEL MARKET

Nos atuais dias pelos quais as igrejas evangélicas no Brasil passam por inovações, invenções e adaptações da Bíblia para que se alcance o maior índice de satisfação do membro, obreiro e pastor pelo menor esforço. De modo que possa assim servir a igreja sem as dificuldades que os antigos pregadores enfrentavam. 

Me mostrem algum figurão denominacional ou telepastor que não viva uma vida cercada de luxo e comodidade. Digam-me se ao redor destes que se comportam muitas vezes como lobos vorazes não há muitas hienas que se fartem dos restos das benesses e da ostentação também, pois digo que há.

Mas não vamos dizer que mesmo em seus palácios e reinos particulares eles não se lembram dos funcionários, digo, dos obreiros e servos que se sacrificam para manter seus altos e luxuosos padrões, debaixo de "alvos", "propósitos" e "projetos políticos".

Que são capazes de negar a Cristo com pregações condicionadas a objetivos pessoais. Que torcem o direito e a justiça para "blindar" os erros daqueles que deveriam ser repreendidos.  Pois bem, para estes agora há vantagens também...

Eles não se esqueceram de vós e para isso lançaram a Credencial que vale descontos e assim podem obter descontos em milhares de estabelecimentos por todo o país. 

Assim, você que é um obreiro no sertão nordestino,  Vale do Jequitinhonha ou em alguma região ribeirinha da amazônia poderá comprar artigos de necessidade, ir ao cinema, a academia, a hotéis e pousadas e obter excelentes descontos.

Certamente não serão os legítimos obreiros que vão se beneficiar, pois muitas vezes estão isolados e padecem de necessidades básicas, mas para aqueles que buscam algum lucro com o evangelho....

Afinal a alta cúpula é que não precisa de desconto e nem de parcelamento...

Mais um produto da série GOSPEL MARKET.

Boas compras!

PS: sugestão...Se fizer um destes para a carteira de membros vai aumentar o numero de membros, a igreja vai lotar e o reino vai crescer (não o de Deus)!!!

É por isso que eu sigo subvertendo a todos para lerem mais bíblia antes de dizer amém para todo aquele que se intitula "Homem de Deus".

Aliás quase apanhei de um destes, mas isto eu conto noutro momento!!!

Tempos difíceis, geração má e rebelde.

terça-feira, 22 de junho de 2010 às 12:39 , 12 Comments

O TEMPO PASSA..... O ANO VOA..... E A DESONESTIDADE CONTINUA NUMA BOA?

 Estive ausente em escrever aqui no blog, haja visto querer ser honesto e íntegro no meio de uma geração má e perversa e com pessoas cuja vida se destina a saciar o próprio ventre e seus egos me causaram muitos males. Mesmo assim tenho algo já escrito e pronto para postar.

Neste texto vou dar continuidade ao polêmico assunto da PRÁTICA CRISTÃ E A POLÍTICA DENTRO DAS IGREJAS. Vejamos como a questão abordada pela mídia, como jornal e internet. No texto anterior compartilho um estudo bíblico sobre o “Seminário de crescimento espiritual e avivamento”, no qual abordo biblicamente a questão do uso da bíblia como argumento subjetivo e seu uso eleitoral, faço um contraponto e a análise do perfil do candidato presente no evento.
A IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR tem assumido espaço na mídia como no jornal O ESTADO DE MINAS e não é por ações cristãs que são característica e parte marcante da história desta igreja.
            Acompanhem algumas citações que apontam para os fatos:

O ESTADO DE MINAS, 27/05/10, pág 5, caderno de POLÍTICA.

“PROPAGANDA VETADA EM TEMPLOS”

            “Igreja do Evangelho Quadrangular recebe recomendação da Procuradoria Regional Eleitoral para suspender campanha em locais de culto, que é proibida pela Lei em qualquer época. Os pastores da Igreja do Evangelho Quadrangular não poderão pedir votos durante os cultos, nem mesmo no período eleitoral. A propaganda eleitoral no interior das igrejas  é expresamente proibida pela legislação eleitoral a qualquer tempo. A recomendação para que  a veiculação de propaganda nos templos seja suspensa imediatamente foi expedida pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE).

A PRE investiga denuncias de que os pastores estão usando os cultos para pedir votos para o presidente da Quadrangular no Brasil,  deputado federal Mário de Oliveira (PSC), e também para seu irmão, o deputado estadual Antônio Genaro (PSC), que comanda a igreja em Minas Gerais. Candidatos a reeleição, os dois são os únicos representantes da Igreja no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa.

Em caso de desobediência, o responsável ficará sujeito a multa de até R$ 8 MIL. Nos arredores dos templos, a propaganda eleitoral está proibida até 5 de Julho,podendo a multa chegar a R$ 25 MIL em caso de descumprimento da lei. A se. A Secretaria de comunicação da Quadrangular nega a denuncia e diz desconhecer essa prática. Segundo a igreja, os pastores não misturam religião e política e que a denúncia deve ter partido de algum adversário político de Mário de Oliveira e seu irmão.

A PRE recebeu denuncia de que, no dia 02/05/10, na Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte,no culto das 8h, o pastor que presidia a cerimônia religiosa pediu votos para os dois.  ”.

"Eu, Jesus, e o meu projeto: Eu, jesus, e o deputado Mário de Oliveira para deputado Federal e Antônio Genaro para deputado estadual", teria dito o pastor durante o culto. O fato foi noticiado por um cidadão presente ao culto e, segundo ele, a prática vem ocorrendo em outros templos do estado.

A procuradoria recomendou ao conselho estadual que preside a igreja que repasse a recomendação a todos os templos da Quadrangular no estado. A Igreja tem prazo de 10 dias para cumprir a determinação. Além desta recomendação A PRE abriu procedimento para apurar as denúncias e punir os responsáveis.

Em 2007, Mário de Oliveira foi citado em rumoso caso envolvendo o então também deputado federal Carlos Willian (PTC). Ele foi acusado de contratar um pistoleiro para matar Carlos William, de quem já tinha sido parceiro na política e na religião. De vítima passou também a investigado, depois que uma das principais testemunhas disse ter sido paga incriminar Oliveira. O caso acabou suspenso pois o congresso e a polícia federal não conseguiram desvendar o que teria acontecido de fato.

Como denunciar. Quem quiser denunciar fatos envolvendo irregularidades neste periodo pré-eleitoral e durante a campanha pode enviar e-mail para: pre@prmg.mpf.gov.br  A propaganda eleitoral no interior das igrejas é expressamente proibida a qualquer tempo, pois os templos constituem bens de uso comum, sendo neles vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza. (art. 37 da lei 9504/97).



PORTAL UAI, 27/05/10, por Rafael Passos.



Mário de Oliveira e Antônio Genaro estariam usando celebrações religiosas para pedir voto em BH

            “Depois de uma denúncia anônima de que pastores da Igreja do Evangelho Quadrangular de Belo Horizonte estariam fazendo propaganda eleitoral em cultos, O Ministério Público Eleitoral (MPE) recomendou o fim imediato dos pedidos de voto sob pena de multa e ação na Justiça.
            O procurador Felipe Peixoto Braga Netto, autor da recomendação, recebeu a denúncia de um fiel que se indignou com o conteúdo eleitoral da pregação dos pastores durante culto no templo da Quadrangular no bairro Floresta, com pedido de votos para o deputado federal Mário de Oliveira (PSC-MG), que coordena nacionalmente a Igreja Quadrangular e para o irmão dele, o deputado estadual Antônio Genaro (PSC).
            Na recomendação, o procurador determina a "todos os ministros e religiosos, que atuam no templo situado no bairro Floresta, que cessem imediatamente a veiculação da propaganda, seja no interior do templo seja em qualquer outra atividade”, lembrando que até 5 de Julho está proibida qualquer tipo de propaganda eleitoral.
            Segundo a representação, as supostas veiculações partidárias teriam ocorrido em 2 de maio. Um dos participantes do culto relatou à Procuradoria que um pastor disse as seguintes palavras durante o evento: "Eu, Jesus e meu projeto: eu, Jesus, Mário de Oliveira para deputado federal e Antônio Genaro para deputado estadual". Ainda de acordo com o denunciante, as irregularidades estariam acontecendo em outros templos.
            O conselho de diretores da igreja tem dez dias para cumprir a recomendação. Em caso de desobediência, os responsáveis podem ser multados em até R$ 8 mil.
            Propaganda partidária no interior das igrejas constituí crime eleitoral, segundo o artigo 37 da Lei 9.504/97. A legislação permite somente do lado de fora dos templos, mas só depois de 5 de Julho.”

PORTAL TERRA, 02/06/10 por Tiago Dias.



            “Em busca do voto, o apoio pode vir de todos os lugares. Até do céu. A Igreja do Evangelho Quadrangular do Bairro Floresta, em Belo Horizonte, é investigada por propaganda eleitoral irregular pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) de Minas Gerais.
            A igreja é questionada na Justiça por dar apoio a dois candidatos. De acordo com a representação, no dia 2 de maio, um pastor que presidia a cerimônia religiosa afirmou durante o culto: "eu, Jesus e meu projeto: eu, Jesus, Mário de Oliveira para deputado federal e Antonio Genaro para deputado estadual". Mário de Oliveira e Antônio Genaro são irmãos e pré-candidatos do PSC à reeleição nos respectivos cargos.
            Segundo o procurador eleitoral Patrick Salgado Martins, a denúncia foi feita por um fiel presente a um dos cultos que "não concordava com a utilização indevida do seu espaço de fé para fins políticos".
Segundo o fiel, a prática vem ocorrendo em outros templos da Igreja do Evangelho Quadrangular, na qual Mário de Oliveira é presidente. Essa relação com a igreja poderá influir no valor da multa a ser aplicado pelo TRE ao pré-candidato.
            "(A investigação) está no início, com a adoção de medida preventiva para se evitar novo ilícito eleitoral", afirmou o procurador. A recomendação, direcionada ao Conselho Estadual de Diretores da Igreja do Evangelho Quadrangular, determina aos pastores, ministros e religiosos que cessem imediatamente a propaganda eleitoral, seja no interior do templo ou nos seus arredores.
            "A lei eleitoral veda toda e qualquer propaganda eleitoral, mesmo aquelas no período permitido (após 06 de Julho), dentro de igrejas ou templos, pois são considerados bens de uso comum", disse Martins.
       Embora seja uma prática já difundida em alguns cultos e missas, o procurador afirma que é a primeira denúncia do ano desse tipo ocorrida no estado de Minas Gerais.
Se comprovado a denúncia, a igreja pode ser multada entre R$ 5 a 25 mil reais. A assessoria do deputado Mário de Oliveira não atendeu as ligações para comentar o caso.”

COMENTÁRIOS: De acordo com as fontes citadas a prática de crimes tem sido frequente nesta igreja, é evidente que não deve ser a única denominação a manchar a história da igreja e a pregação do evangelho, mas como é desta igreja que faço parte devo zelar pelo nome de Jesus e pelos irmãos. A Secretária de comunicação da IEQ ao dizer que não tem conhecimento destas práticas é no mínimo um engano, para não dizer que mentem sem pudor e pratica.
         Isto nos leva a questionar o quão comprometido com a Verdade e Justiça estão tais pastores e lideranças.

Não são poucas as pressões que tenho recebido da parte da "equipe de fé" destes homens formada por pastores que em nome de um juramento de  "apoiar o projeto político da igreja" se corrompem a tal modo de prefir obedecer mais aos homens do que a Deus.

Quanta diferença do apóstolo Pedro que mesmo "iletrado e sem estudo" sabia escolher a quem obedecer.

13 "...Então eles, vendo a intrepidez de Pedro e João, e tendo percebido que eram homens iletrados e indoutos, se admiravam; e reconheciam que haviam estado com Jesus..." At 4:13

29 "...Respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Importa antes obedecer a Deus que aos homens..." AT 5:29

Mesmo sendo eu um "pequenino" no meio de "peixes grandes"  e após sofrer diversos tipos de agressões verbais ( fui "convidado a sair da igreja caso não estivesse satisfeito" e isso em pleno culto dominical) e pasmem, quase apanhando de um pastor ( ao final de um culto onde se celebrou a Santa Ceia, é esta mesma, aquela onde quem participa do pão e do suco de uva afirma ter uma aliança com Deus, a qual foi esquecida e se confirma pelas palavras do pastor que disse:

"Sou homem de "Deus" mas te dou uma porrada" 

no próximo post detalho este pitoresco, herético e hipócrita comportamento)

Tenho o mesmo sentimento que havia naqueles ousados e simples homens que após serem açoitados

32" E nós somos testemunhas destas coisas, e bem assim o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem.
33 Ora, ouvindo eles isto, se enfureceram e queriam matá-los.
...
40 ...e tendo chamado os apóstolos, açoitaram-nos e mandaram que não falassem em nome de Jesus, e os soltaram.
41 Retiraram-se pois da presença do Sinédrio, regozijando-se de terem sido julgados dignos de sofrer afronta pelo nome de Jesus.
42 E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus, o Cristo.
At 5: 32,33,40-42.

Sou ovelha e não burro. Sei em Quem e no que tenho acreditado. 

Maranata!

sábado, 19 de junho de 2010 às 15:12 , 3 Comments

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É IMPORTANTE ESCLARECER QUE ESTE BLOG, EM PLENA VIGÊNCIA DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, EXERCITA-SE DAS PRERROGATIVAS CONSTANTES DOS INCISOS IV E IX, DO ARTIGO 5º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

RELEMBRANDO OS REFERIDOS TEXTOS CONSTITUCIONAIS, VERIFICA-SE:

“É LIVRE A MANIFESTAÇÃO DO PENSAMENTO, SENDO VEDADO O ANONIMATO" (INCISO IV) E "É LIVRE A EXPRESSÃO DA ATIVIDADE INTELECTUAL, ARTÍSTICA, CIENTÍFICA E DE COMUNICAÇÃO, INDEPENDENTEMENTE DE CENSURA OU LICENÇA" (INCISO IX).

ALÉM DISSO, CABE SALIENTAR QUE A PROTEÇÃO LEGAL DE NOSSO TRABALHO TAMBÉM SE CONSTATA NA ANÁLISE MAIS ACURADA DO INCISO VI, DO MESMO ARTIGO EM COMENTO, QUANDO SENTENCIA QUE "É INVIOLÁVEL A LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA E DE CRENÇA".

TENDO SIDO EXPLICITADA, FAZ-SE NECESSÁRIO, AINDA, ESCLARECER QUE AS MENÇÕES, AFERIÇÕES, OU ATÉ MESMO AS APARENTES CRÍTICAS QUE, PORVENTURA, SE FAÇAM A RESPEITO DE DOUTRINAS DAS MAIS DIVERSAS CRENÇAS, SITUAM-SE E ESTÃO ADSTRITAS TÃO SOMENTE AO CAMPO DA "ARGUMENTAÇÃO", OU SEJA, SÃO ABORDAGENS QUE SE LIMITAM PURAMENTE ÀS QUESTÕES TEOLÓGICAS E DOUTRINÁRIAS. ASSIM SENDO, NÃO HÁ QUE SE FALAR EM DIFAMAÇÃO, CRIME CONTRA A HONRA DE QUEM QUER QUE SEJA, RESSALTANDO-SE, INCLUSIVE, QUE TAIS DISCUSSÕES NÃO ESTÃO VOLTADAS PARA A PESSOA, MAS PARA IDÉIAS E DOUTRINAS.